Onde fica a modéstia?

Pode quem quiser criticar, mas é impossível não sentir orgulho e ego massageado quando lançamos um livro e partilhamos a ocasião entre amigos. Foi isso que aconteceu ontem, dia 26.11, no Centro Cultural dos Correios.

Melhor que isso, só mesmo ficar namorando as flores recebidas, lendo os cartões e os comentários recebidos por e-mail!

Agora é o momento de curtir!

Não resisti a reproduzi-los aqui:

DE MONIQUE BECHER
Querida Ynah e demais confreiras.
Gostaria de parabenizar nossa Ynah pela belíssima apresentação de seu livro. Sua maneira peculiar de ser, seu ” savoir-vivre” e ” savoir -faire” fazem de sua vida pessoal e profissional um mosaico de  características particulares que servem de exemplo a muitas de nós. Em uma  retrospectiva de vida singular, apresentou-nos momentos específicos no ensinar-aprender, no ser  diferente dentro de um sistema tradicional, de fazer uma diferença na Educação, uma verdadeira bula de vida numa bússola norteadora de caminhos libertadores.
A ” soirée” cultural agradou-nos imensamente . Belo observar a paixão da família e dos amigos! Jorge ,em seu cantar, encantou a todos e mais uma vez,não somente através de letras maravilhosas, declarou-se um  apaixonado por sua
mulher e nós todos acreditamos na eternidade deste amor.
Naquele jardim florido aspirou-se o perfume das flores, o sabor ” das goiabas” ,o olhar para o alto, para o ceu sem esquecer a formação impigida por aqueles que a educaram.
Parabéns pela pessoa especial que você é e temos a certeza que este é o primeiro de uma série de livros a serem publicados.
Um beijo de sucesso, Monique..
DE ANA DO CARMELO
Caros Confreiros.
Fiquei maravilhada com a apresentacao de Ynah no lancamento do seu livro.Com a maestria, que já nos é familiar, discorreu através de fotos, documentos e comentários, sua vida profissional, desde seus primeiros passos escolares, pelo Concurso para admissao na Escola de Aplicacao, pela projecao da Portaria de sua aposentadoria, até os dias atuais.Tudo de uma forma objetiva e agradável!
Pelo que soube, pois nao pude ficar ate o final, outras surpresas estavam programadas, a saudacao por amiga muito estimada, música- instrumental e voz do “maridao Jorge”,( como se refereriu a ele, a propria Ynah na sua fala) acompanhado de um amigo no Cavaquinho.
Como reconhecimento foram enviadas flores por amigos.
Como sempre Alice e Diana, nao se omitiram de acarinhar a Escritora e aos Confreiros, enviando um cartao e um arranjo de lírios, pela Confraria. Aqueles que alí estavam, parentes, amigos e um grupo de confreiras muito interessados, fazendo-a visivelmente emocionada e feliz.
Com carinho,
Ana do Carmelo.
DE BERNADETE BRUTO
Que graça!
Estava pensando exatamente no evento de ontem! A apresentação foi muito bonita  e muito caprichada seguindo o  já conhecido padrão Ynah de qualidade e até com inovações /
Foi um evento gostoso em todos os sentidos e imensamente amoroso!Fiquei muito emocionada e saí emocionada e por isso ainda estava pensando no evento, querendo dizer algo mais que pudesse definir a gentil entrega da história de Ynah e o que ela compartilhou conosco ainda na simplicidade de denominar-se aprendiz:
 ‘VOCE POUCO DÁ QUANDO DÁ OS SEUS PERTENCES.É QUANDO VOCE SE DÁ,
QUE ESTÁ VERDADEIRAMENTE DANDO (KAHLIL GIBRAN)
 Obrigada e parabens Ynah!

bernadete

DE MIRIAM (LIVRARIA IDEIA FIXA)
Imagino a emoção que tomou conta da nossa confreira.
Os meus parabéns pela iniciativa. Assim que houver oportunidade vou adquirir um exemplar.
Nem sempre posso comparecer aos eventos para os quais sou convidada. A minha lida na livraria me deixa cheia de limites. Nem por isso deixo de desejar o melhor, muito sucesso além da alegria que invade tanto quem se lança aos olhos do mundo, como de qum tem o  prazer de desfrutar das palavras que lhe são oferecidas.
Um grande abraço a Ynah.
Miriam
DE INA MELO
Ynah,
no final de semana estive fora de Recife. Pelo seu entusiasmo  pela dedicação, imagino o sucesso do  livro que é o seu espelho de eterna mestra-aprendiz. Iniciei minha vida como professora(há tanto tempo. rs). A vida mudou o rumo, mas ficou o carinho, o respeito ao mestre.
Um abraço para você.
De quem também se considera uma eterna apreendiz.
Carmen Vieira.
Ps. Onde poderei adquirir seu livro
Se, depois de ler tantos comentários, alguém tiver interesse em conhecer a obra, pode entrar em contato com a editora da CEL – Luciana Araujo – celeditora@hotmail.com
Em dezembro, o livro estará disponível na Livraria Cultura.
PS: Não resisti a postar a foto que fiz do meu gato apreciando as flores que ganhei no lançamento.

Sobre YNAH DE SOUZA NASCIMENTO

Professora de Língua Portuguesa, autora de livros didáticos.
Esse post foi publicado em Autoestima, Eventos. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s